Restaurante

Restaurante Faz Frio

Restaurante Faz Frio

Contactos

Telefone:

(+351) 21 346 1860

(+351) 96 514 4281

Morada:

Rua D. Pedro V 96,
1250-094 Lisboa

Ver mapa

Horários:

2ª a Sábado

12:00 – 15:00 / 19:00 – 23:00

A Loja

 O proprietário não tenta precisar a data de abertura, mas sabe dizer que a longevidade é na ordem do século. Nos registos camarários há indicações de que o restaurante é anterior a 1863. Pode ser, anuem, mas sublinham o facto do sócio mais antigo da casa, antigo cozinheiro da Marinha, ali estar desde os anos 70 do século XX. Isso também é uma grandeza temporal impressionante: uma vida a trabalhar num único estabelecimento. Do topo de uma das sete colinas, a ver Lisboa a mudar em volta, as intempéries naturais e as crises humanas, ali celebraram-se os bons momentos e, os maus... espera-se que passe. Manda-se vir “mais uma”, que ajuda o tempo a escorregar melhor.
Foi este mesmo sócio, Mário Gouveia, quem trouxe uma receita especial de paelha de marisco que dá renome ao restaurante e se serve diariamente desde então. É especialidade da casa, junto a outros lugares incontornáveis da cozinha tradicional portuguesa: a sopa alentejana, o bitoque ou o bacalhau. Este é confecionado de forma diferente consoante o dia da semana.


O Restaurante Faz Frio é, a par com o restaurante Estrela da Sé, o último restaurante da cidade em que se pode marcar mesa num gabinete privado. No século passado havia vários assim, e é fácil de imaginar como isso foi útil a uma série de congeminações de ordem tanto política quanto conjugal. De particular interesse são os desenhos que adornam as divisórias em madeira e que se destacam na decoração do espaço, forrando os gabinetes privados por dentro e por fora. Representam ofícios e profissões, muitas delas que entretanto se perderam, e que tinham um pregão associado. Era a vendedora ambulante de fava-rica, o amolador, o aguadeiro, e tantos hoje, que coloriam Lisboa com uma paisagem sonora que não deixa marcas, só memórias e representações como estas.
O chão lajeado, as colunas de ferro, os azulejos azuis e verdes, tanto quanto a iluminação e a forma calorosa como se é recebido, tudo contribui para um ambiente característico, qualquer coisa que podia estar nos arrabaldes da cidade, ou que nos leva para outros tempos, quando havia tempo para estar, e que contrasta com o passo rápido e cosmopolita do bairro onde está inserido, o Príncipe Real. Não destoa, antes o complementa.
Por estas ruas sugerimos uma combinação de Lojas Com História: uma visita à Casa Achilles, subindo à casa dos enxovais mais bonita do bairro, o aperitivo no Pavilhão Chinês, mesmo em frente, e a jantarada no Faz Frio, sem azáfamas nem planos para depois.

Restaurante Faz Frio
Restaurante Faz Frio

Produtos
& Serviços

Restaurante

Partilhar esta Loja com História:

Explorar Explorar